);

O prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, enviou à Câmara Municipal na manhã de 18/maio/2020, uma proposta para que houvesse antecipação dos feriados em São Paulo. Na manhã do dia seguinte, o Decreto foi assinado e publicado no Diário Oficial.

Desta forma, dois feriados foram adiantados e um ponto facultativo também. O intuito desta proposta é fazer com que haja maior aderência ou isolamento social por conta da pandemia de COVID-19, que aumenta na capital paulista. Veja como fica a antecipação dos feriados municipais de SP!

Antecipação dos feriados em São Paulo

Quais feriados foram antecipados em São Paulo?

O feriado prolongado que inicia nesta quarta-feira (20/5), antecipa os seguintes feriados:

  • Corpus Christi (11 de junho) – antecipado para ( 20 de maio)
  • Consciência Negra (20 de novembro) – antecipado para (21 de maio)
  • sexta-feira (22), será declarado ponto facultativo na cidade.

O Governador de São Paulo, João Dória, encaminhou à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), um projeto de lei para antecipar o feriado estadual do dia 9 de julho (Dia da Revolução Constitucionalista) para a próxima segunda-feira (25)

De acordo com o governo estadual, foi recomendado para as prefeituras dos municípios da Grande São Paulo, para que antecipem feriados municipais para os dias 26 e 27 de maio.

Calculadora de Salário do Emprego Doméstico

Como funcionam as regras do pagamento em feriados?

Com a antecipação dos feriados em São Paulo, empregadores não sabem ao certo se podem ou não convocar os trabalhadores para prestar serviço durante este período.

Segundo a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), a empregada doméstica pode ser convocada em feriados, desde que, haja pagamento de 100% sobre as horas trabalhadas.

Já para o ponto facultativo, a doméstica pode cumprir sua função sem que haja pagamento adicional, visto que, para este caso não é necessário, segundo a CLT.

Como ficam essas datas após a antecipação?

Os empregadores que concederam os feriados nas datas antecipadas, não precisam dar folga a doméstica nas datas oficiais dos feriados, afinal, já tiveram seu descanso. Entretanto, o empregador pode conceder folga sem que haja desconto no salário da doméstica, visto que, foi uma decisão do empregador.

Já o empregador que não aderiu a antecipação e decidiu manter os feriados em seus dias normais, devem dar folga a doméstica, caso precise que haja prestação de serviço é necessário que haja pagamento de 100% sob o dia trabalhado.

Curtiu as informações? Quer receber notícias quentinhas do emprego doméstico? Então inscreva-se na newsletter Hora do Lar!

[Modelo] Recibo de pagamento do empregado doméstico

0 comentário

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *