Nova tabela do INSS 2018

Tabela do INSS 2018 -para Empregado CLT, Empregados Domésticos e Trabalhador Avulso
Salário de Contribuição (R$) Alíquota
Até R$ 1.693,72 8%
De R$ 1.693,73 a R$ 2.822,90 9%
De R$ 2.822,91 até R$ 5.645,80 11%
Tabela do INSS 2018 – para Contribuinte Individual e Facultativo
Salário de Contribuição (R$) Alíquota Valor
R$ 954,00 5% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)* R$ 47,70
R$ 954,00 11% (não dá direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição e Certidão de Tempo de Contribuição)** R$ 104,94
R$ 954,00 até R$ 5.645,80 20% Entre R$ 190,80 (salário mínimo) e R$ 1.129,16 (teto)

Fonte: INSS 

O aumento, retroativo a 1º de janeiro de 2018, será de 2,07%, correspondente ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). As alíquotas são validas a partir do mês de janeiro. É importante ressaltar que existem duas tabelas de contribuição do INSS.

Uma tabela válida para o empregado CLT, empregado doméstico e trabalhador avulso (que presta serviços de natureza urbana ou rural, sem vínculo empregatício) e outra para contribuinte individual e facultativo com valores de alíquotas diferentes.

Para conferir o valor de contribuição referente aos anos anteriores acesse o site do INSS.

De acordo com a Receita Federal, o sistema do eSocial, que gera a guia de recolhimento de todas as contribuições trabalhistas e previdenciárias, já promove a atualização dos valores descontados automaticamente.

Tabela do INSS 2018

Recolhimento de início de ano

Fevereiro tem carnaval”, já dizia a letra de uma das mais conhecidas músicas populares brasileiras. Além do carnaval, fevereiro também é o mês do recolhimento. De acordo com a nova tabela do INSS aplicadas na competência de janeiro 2018. Que, por sua vez, reflete também para nos empregados domésticos.

Parece complicado? Talvez. Em outras palavras, isso quer dizer que o ano começou com mais uma mudança na tabela do INSS 2018. Pode não parecer, mas isso é benéfico para o empregado doméstico. E então, quer entender melhor?

INSS

A sigla INSS significa Instituto Nacional do Seguro Social, órgão do Ministério da Previdência Social, ligado diretamente ao Governo. Ainda é responsável pelos pagamentos das aposentadorias e demais benefícios dos trabalhadores brasileiros que contribuem com a Previdência Social. Salvo os servidores públicos.

A contribuição garante ao empregado doméstico alguns benefícios, por exemplo:

  • Aposentadoria por tempo de contribuição.
  • Aposentadoria por idade e invalidez.
  • Pensão por morte.
  • Auxílio-doença.
  • Auxílio-acidente.
  • Salário maternidade.
  • Salário família.
  • Reabilitação profissional.
  • 13º salário.

Salário família

A mudança do INSS também afetou o salário-família dos empregados domésticos. De acordo com o Governo Federal, a alteração será com base na variação do salário mínimo de 1,81%.

Valor do salário família para os empregados domésticos 2018

Esse direito é concedido ao empregado doméstico que se enquadra no limite máximo de renda estipulado pelo Governo Federal.

Faixa salarial Valor a ser pago
Até R$ 877,67 R$ 45,00
Maior que R$ 877,67 até R$ 1.319,18 R$ 31,71

Com a PEC das Domésticas instaurada em 2015, o empregado doméstico teve acesso ao benefício do salário-família. Para o direito ser atribuído ao empregado doméstico é necessário seguir alguns requisitos, por exemplo:

  • Ter filho(s) de qualquer condição com menos de 14 anos de idade, ou filho(s) inválido(s) de qualquer idade;
  • Ter remuneração mensal abaixo do valor limite para recebimento do salário-família.

Inclusive, ressaltamos que o requerimento do salário-família deve ser feito diretamente ao empregador. Fique atento, pois o empregador é responsável pelo desconto do INSS do trabalhador e também do DAE (Documento de Arrecadação do eSocial), guia do eSocial e caso o empregador não faça o recolhimento correto pode ser multado ou acionado na justiça do trabalho.

Para encerrar, comente aqui em baixo sobre o que achou desse conteúdo. Além disso, conecte-se com a gente no Facebook, Instagram, YouTube e Linkedin!

Categorias: INSS e FGTS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *