Rate this post

O vale transporte da empregada doméstica 2019 sofreu reajuste já na primeira semana de janeiro deste ano. Isso porque a tarifa do transporte público em São Paulo foi confirmada.

Até o dia 5 de janeiro, o preço da passagem era de R$ 4,00. Entretanto, desde o último domingo, dia 6, o reajuste da tarifa foi aprovado para R$ 4,30.

Entenda como ficou o vale transporte da empregada doméstica 2019 e as suas consequências para o bolso do empregador. E falando em bolso, não deixe de conferir o novo salário mínimo da empregada doméstica 2019.

Vale Transporte da Empregada Doméstica 2019

Reajuste da passagem 2019

O reajuste da passagem do transporte público foi anunciado pelo governo do estado de São Paulo na última quinta-feira, dia 3 de janeiro. O novo valor estabelecido foi de R$ 4,30, um aumento de 7,5% em comparação ao ano de 2018. Assim, o novo valor praticado da passagem 2019 passou a valer no dia 6 de janeiro para os ônibus.

No entanto, somente a partir do dia 13 passará a valer o reajuste para os trens e metrôs do Estado de SP.

Veja a tabela abaixo sobre como ficou o valor das tarifas em 2019:

Reajuste do vale transporte 2019 

Bilhetes Tarifa 2018 Tarifa 2019
Tarifa básica R$ 4 R$ 4,30
Bilhete Único R$ 4 R$ 4,30
BOM R$ 4 R$ 4,30
Escolar R$ 2 R$ 2,15
Bilhete Único Integrado R$ 6,96 R$ 7,48

De acordo com a perfeitura do Estado de São Paulo:

“O percentual de aumento é baseado na inflação acumulada dos últimos três anos, de acordo com o IPC-Fipe, de 13,06%. Por dois anos, em 2016 e em 2017, a tarifa não sofreu qualquer reajuste, mantendo-se no valor de R$ 3,80, impactando significativamente o orçamento da Prefeitura. Em 2018, houve um aumento abaixo da inflação, elevando o valor para R$ 4,00”, anunciou a prefeitura.

Passagem de ônibus para São Paulo 2019

O reajuste de 7,5% ficará acima da inflação desde o reajuste passagem em 2018 quando a tarifa subiu de R$ 3,80 para R$ 4.

No caso da passagem integrada dos trens do Metrô e da CPTM com os ônibus que circulam na capital também teve alteração. O valor do bilhete aumentou de R$ 6,96 para R$ 7,48.

Vale Transporte da Empregada Doméstica 2019

Imagem: Folha de São Paulo

De acordo com a Prefeitura de São Paulo, o aumento da tarifa no transporte público se trata de uma “reposição das perdas dos últimos três anos”, uma vez que em 2016 e 2017 não houve reajuste e o de 2018 ficou abaixo da inflação.

Vale transporte da empregada doméstica

Agora, no que diz respeito estritamente ao vale transporte da empregada doméstica 2019, é certo dizer que afetará o bolso do empregador. Uma vez que o valor da passagem subiu no Estado de São Paulo, as empregadas domésticas que utilizam o transporte público em SP devem ter seu VT alterado.

A mudança no vale transporte da empregada doméstica deve ser feita de acordo com a quantidade de passagens utilizadas entre a casa da funcionária e o local de trabalho. Considerando ainda, o reajuste da tarifa.

Agora, para evitar atrasos e esquecimentos comuns ao início de ano, leia sobre as “Obrigações do Empregador Doméstico no início de Ano” e não seja pego desprevinido.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert
Análise da declaração de IRPF 2019Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *