...

Pagar Vale Transporte em Dinheiro para doméstica: é permitido?

Sim, é permitido pagar vale transporte em dinheiro para a empregada doméstica. O adiantamento é pago no último dia do mês, proporcional à quantidade de dias úteis do mês seguinte. Além disso, o empregador deve emitir um recibo que registra o valor, e a empregada deve assiná-lo como demonstração de reconhecimento.

Todos os dias, para se locomover entre seu trabalho e sua residência, uma das opções da empregada doméstica é utilizar o transporte público. Contudo, além de todo o tempo gasto no trajeto, isso também traz um custo para a trabalhadora.

Por isso, uma das possibilidades é solicitar o vale-transporte ao empregador doméstico. Ele, por sua vez, tem diferentes maneiras de pagar o auxílio, que deve sempre ser pago de forma adiantada ao final de cada mês e referente ao seguinte.

Mas, afinal, é permitido pagar vale transporte em dinheiro para doméstica? Fique com o Hora do Lar até o final e descubra todos os detalhes sobre o assunto. Boa leitura.

pagar vale transporte em dinheiro
O empregador doméstico pode pagar o vale-transporte da empregada doméstica em dinheiro? Confira tudo – Foto: Freepik.

Pagamento do vale-transporte para empregado doméstico

O vale-transporte é um auxílio oferecido às empregadas domésticas que utilizam meios de transportes públicos para se locomover entre seu local de trabalho e sua casa. Ele é previsto pela Lei nº 7.418 de 1985 para todos os trabalhadores brasileiros com carteira assinada, válido também para a empregada doméstica.

Para recebê-lo, a empregada deve solicitar o vale-transporte. Neste momento, deve-se apresentar os meios de transporte utilizados e a quantidade de passagens diárias necessárias, bem como o valor individual de cada uma delas.

Vale lembrar que caso a empregada possua meios de locomoção próprios, como carro ou moto, ela não tem direito ao vale-transporte.

Além disso, o responsável pelo pagamento é o empregador, que pode descontar um total de até 6% do salário para isso. Contudo, caso o valor necessário para as passagens seja maior, a diferença deve sair do bolso do empregador e sem nenhum desconto à empregada.

Pode pagar vale transporte em dinheiro para empregada doméstica?

Sim, o empregador doméstico pode pagar vale transporte em dinheiro para empregada doméstica. Neste caso, ele deve emitir um recibo que funciona como comprovante, que registra o pagamento e o valor do vale-transporte. As duas partes devem assinar o documento, emitido em duas vias.

Além disso, vale lembrar que o pagamento do vale-transporte deve ocorrer no último dia útil do mês, proporcional ao total de dias de trabalho do mês seguinte. O objetivo é garantir que a trabalhadora terá condições financeiras de se locomover até o trabalho todos os dias.

Por isso, ao pagar o benefício em dinheiro, tenha cuidado ao calcular o valor total. Afinal, é preciso considerar a ida e a volta em todos os meios de locomoção necessários para que a empregada chegue até o trabalho.

Assim, o contratante pode oferecer o valor em dinheiro vivo ou em depósito bancário, desde que emita o comprovante para a doméstica assinar no momento de recebimento.

Formas de pagamento do vale transporte da empregada doméstica

Além do pagamento em dinheiro, outra maneira de pagar o vale-transporte da empregada doméstica é o depósito de crédito em seu bilhete ou passe. Assim, o empregador deposita a quantia necessária por aplicativos ou sites das companhias de transporte e deixa o crédito disponível para que a empregada o utilize ao longo do mês.

Essa é uma das maneiras de garantir que a empregada doméstica não utilize o dinheiro exclusivo para locomoção e passagens com outras finalidades.

Há diferença para o uso de transporte público e carro?

Os empregadores podem oferecer o chamado de vale-combustível (VR Auto) para funcionários que não usam o transporte público. Esse benefício não é obrigatório por lei e não pode substituir o vale-transporte.

No caso do empregador doméstico, ele pode decidir fazer o pagamento do vale-transporte em dinheiro para que o doméstico vá ao trabalho de carro ou moto. Lembre-se de deixar isso acordado de forma clara e guardar os recibos.

Gestão completa da empregada doméstica

Ser um empregador doméstico não é uma tarefa fácil. Afinal, em meio à rotina corrida e agitada, é comum ter dificuldades ou acabar não lembrando de alguns processos ou detalhes. Contudo, isso pode ser muito perigoso e custar caro ao empregador.

Por isso, que tal contar com um aplicativo desenvolvido especialmente para facilitar a rotina de empregados e empregadores domésticos?

Conheça agora o Hora do Lar, a solução completa e inteligente que você precisa para fazer a melhor gestão de suas empregadas domésticas.

Há quase 10 anos, nós ajudamos mais de 15.000 empregadores todos os meses, em todos os momentos, processos e etapas, além de deixar toda a sua rotina de gerenciamento mais prática, segura e automática. Para isso, o HDL oferece funcionalidades e ferramentas exclusivas, como:

  • Controle de ponto;
  • 100% de integração com o eSocial Doméstico;
  • Emissão de guias e comprovantes de pagamento;
  • Geração do informe de rendimentos;
  • Cálculo automático de encargos e adicionais;
  • Suporte multicanal especializado;
  • Muito mais.

Descubra tudo o que o Hora do Lar pode fazer por você e faça a melhor gestão de empregadas domésticas. Cadastre-se agora e aproveite!

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

Quer receber mais conteúdos como esses de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail toda
2ª feira e participe da comunidade do Hora do Lar!

© 2015-2023 Hora do Lar. CNPJ 21.011.165/0001-39. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade. Feito com ❤ pelo time HDL.

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.