Como em qualquer outra profissão, o cargo de empregado doméstico exige técnica e prática. Investir na capacitação dos empregados domésticos tem alguns reflexos importantes na relação trabalhista. Do lado do empregador: economia nos insumos do lar, redução de avarias, segurança no cuidado com entes queridos, entre outros benefícios.Do lado do funcionário, ganha-se em melhores empregos e salários, maior satisfação e motivação. Para os dois: uma relação mais saudável, profissional e duradoura. Entenda como investir em capacitação, pode transformar positivamente a prestação de serviços domésticos.

Capacitação dos empregados domésticos

O lado do empregador

Estragos com vidros riscados, roupas queimadas ou manchadas, móveis danificados são avarias que doem no bolso do empregador doméstico. O caso se agrava quando a falta de capacitação acontece no âmbito dos cuidadores de idosos, babás ou seguranças, onde os danos podem ser irreparáveis.

Trocar de profissional nem sempre é a melhor solução, afinal, não sai nem um pouco barato fazer uma rescisão de contrato. Os clientes Hora do Lar conseguem fazer essa simulação rapidamente pelo sistema e perceber que a soma realmente não é pequena. Além disso, o tempo de adaptação de um funcionário a um novo ambiente de trabalho, muitas vezes, é longo. Tudo isso, torna esse processo muito desgastante.

Se você encontrou o profissional correto, teve empatia por ele, sentiu segurança mas percebe que ele não tem a qualificação que você precisa em determinadas tarefas, a solução é investir em capacitação.

A capacitação dos empregados domésticos é um investimento que realmente vale a pena. Nos primeiros meses já é possível perceber uma melhoria significativa na prestação dos serviços e, o investimento, é logo revertido em economia de insumos (energia elétrica, água, produtos de limpeza, conservação de alimentos, entre outros) e redução de avarias.

No caso de babás e cuidadores de idosos, onde o desafio é encontrar pessoas confiáveis, o treinamento é fundamental. Claro, no caso desse funcionário ainda não ter.

O lado do empregado

Se o empregado busca excelência em determinado serviço ou se pretende ser multi-funcional (característica cada vez mais exigida pelo mercado em geral, não só o doméstico) a saída é realmente estudar.

Diversos profissionais buscam treinamento como forma de recolocação no mercado e de conquista de melhores salários. Aqueles que têm a preocupação de conhecer novas técnicas de aprimoramento de suas atividades têm melhores oportunidades. Limpeza, manutenção de ambientes, organização, processo de lavanderia, jardinagem, etiqueta, cuidado com imagem pessoal são apenas algumas das aulas possíveis.

Autoconhecimento é a palavra chave para investir na área que fará o profissional desempenhar com excelência suas melhores habilidades, ser mais feliz e, portanto, mais produtivo.

A relação empregado vs. empregador

Um lar em harmonia começa pelo respeito entre as pessoas que o habitam e frequentam. Por isso, se o ambiente de trabalho é sua casa, a base de todas as relações precisa ser saudável.

Como em qualquer relação trabalhista, o empregado enxerga com bons olhos o empregador que incentiva e valoriza conhecimentos e habilidades específicas. O trabalhador motivado é, sem dúvida, uma peça importante para que essa relação seja boa e duradoura, o que é fundamental quando se trata do empregado doméstico.

O entra e sai de funcionários pode fragilizar a segurança da residência, impactar em altos custos para o empregador e também gerar um desgaste muito grande. Além disso, em um dia-a-dia corrido, o que puder ser feito em prol de tempo livre é sempre algo precioso.

Onde encontrar

No Brasil, nem sempre encontra-se cursos acessíveis de capacitação dos empregados domésticos. No entanto, o cenário é um mercado onde profissionais qualificados são disputadíssimos e mais caros que a média.

Porém, se você planeja qualificar um profissional de confiança, uma opção com excelente custo-benefício é, por exemplo, a Benfatto Organiza. A empresa tem tradição na área e é referência no ramo. Inclusive, os cursos são totalmente personalizados e definidos a partir de uma entrevista com o próprio empregador.

O cliente ainda conta com um seguro demissão.Em outras palavras, um bom desconto no treinamento de novos funcionários caso empregados já treinados peçam demissão.

Para os profissionais que buscam melhorar seus serviços, mas não dispõem de recursos financeiros, a Casa Bombril é uma opção. Nela, é disponibilizado algumas aulas gratuitas. São cursos de 48 horas, divididas em 5 módulos e as turmas são montadas de acordo com a demanda.

Por fim, não se esqueça de manter-se atualizado sobre as informações e atualizações deste tema. Para isso, você pode conectar-se com o Hora do Lar nas redes sociais!

Curta no Facebook.
Siga no Instagram.
Conecte-se no LinkedIn.
Inscreva-se no YouTube.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *