...

Imposto de Renda da Empregada Doméstica 2024: tudo sobre!

O Imposto de Renda retido na fonte é um encargo no qual o empregador faz a retenção (desconto) e o repasse para o fisco (Receita Federal) pela Guia DAE. Por isso, é importante se atentar aos documentos necessários e às etapas de como declarar imposto de renda da empregada doméstica.

As obrigações anuais são as que mais trazem dificuldades e complicações para o empregador doméstico. Afinal, por serem feitas apenas 1 vez por ano, é comum acabar esquecendo ou não saber como fazê-las.

Porém, deveres como o 13º salário, férias, e, principalmente, o Imposto de Renda, não podem passar batido. Deixá-los de lado torna tudo mais difícil, e o contratante terá que enfrentar uma série de prejuízos.

Por isso, é importante relembrar e entender como declarar o Imposto de Renda da empregada doméstica. Deixe que o Hora do Lar te ajude com isso. Acompanhe este post até o final para não perder nenhum detalhe e boa leitura.

imposto de renda da empregada domestica
Declarar o imposto de renda da empregada doméstica é uma das principais responsabilidades anuais. Para isso, o empregador deve emitir e entregar a DIRF de sua profissional – Foto: Freepik.

O que é Imposto de Renda

O Imposto de Renda — com a sigla IR — é um imposto sobre a renda adquirida em um determinado ano. Ou seja, declara-se o valor total ganho no ano anterior e, referente a ele, é preciso pagar uma determinada parcela ao Governo Federal.

Todos os anos, as empresas e os empregados devem declarar o total ganho no ano anterior. Então, a renda acumulada pelo empregador em 2023 deve ser declarada em 2024.

O Imposto de Renda deve ser declarado na DIRF do empregador doméstico, quando há retenção, e pela empregada doméstica em sua declaração de Imposto de Renda.

Por isso, o empregador deve se atentar a todos os documentos requisitados e a como realizar os processos. Assim, evitam-se erros e complicações.

Imposto de renda da empregada doméstica

O Imposto de Renda da empregada doméstica é declarado mensalmente através do eSocial Doméstico. Para isso, tudo o que o empregador precisa é realizar o pagamento da Guia DAE.

Pagar o documento é um dever do empregador até o dia 07 de cada mês. Então, a declaração ocorre junto à folha de pagamento emitida pelo empregador doméstico.

Como funciona o pagamento do imposto de renda para os empregadores?

No que concerne o trabalho doméstico, a Lei Complementar 150/2015 — conhecida como Lei das Domésticas — determina:

Art. 34. O Simples Doméstico assegurará o recolhimento mensal, mediante documento único de arrecadação, dos seguintes valores:
VI — imposto sobre a renda retido na fonte de que trata o inciso I do art. 7⁠º da Lei no 7.713, de 22 de dezembro de 1988, se incidente. 

O texto legal, portanto, determina que todo o processo referente ao imposto de renda da empregada doméstica deve ocorrer por meio do eSocial. O próprio sistema emite a Guia DAE, o qual é o documento de arrecadação.

Passo a passo para declarar o imposto de renda da doméstica

Declarar o informe de rendimentos 2023 da empregada doméstica pode ser feito de forma rápida e fácil pelo eSocial Doméstico. Para isso, o empregador doméstico pode seguir o passo a passo a seguir:

1° Etapa: confira as competências do ano anterior

É importante que todas as competências do ano anterior estejam encerradas e declaradas. Para isso:

  1. Faça login no eSocial Doméstico;
  2. Acesse a aba “Folha de Pagamentos”;
  3. Clique em “Consultar Guias Pagas”;
  4. Selecione o ano de referência;
  5. Consulte a coluna “Situação”.

2° etapa: confirme o pagamento de todas as guias

As guias precisam ter o mesmo valor pago que a coluna de “declarado”. Então:

  1. Acesse a aba “Folhas de Pagamento” e clique em “Consultar Guias Pagas”;
  2. Selecione o ano de referência e consulte;
  3. Analise a coluna “Pago”.

3° Etapa: encerre as competências abertas e pague as guias geradas

Caso o empregador perceba que ainda a competência ainda não está encerrada, é preciso registrar a folha de pagamento e encerrar a competência, além de pagar a guia gerada.

4° etapa: emita o informe de rendimentos do seu empregado doméstico

É importante também fazer a impressão ou enviar digitalizado para sua empregada. Para isso:

  1. No eSocial, abra a guia de “Empregadores”;
  2. Acesse o campo “Informe de Rendimentos”;
  3. Selecione o ano de 2021;
  4. Na parte inferior direita da página, clique em “Imprimir informe” e baixe o arquivo.

5° etapa: confira se houve retenção de valores

Após conferir os meses e garantir que as guias tenham sido pagas e as competências encerradas, o empregador deve verificar se ocorreu retenção de valor referente ao Imposto de Renda em algum mês. Então, neste caso, o empregador deve fazer a declaração (DIRF).

De forma simples, para saber se você precisa ou não realizar a declaração, basta analisar o documento “informe de rendimentos” da sua doméstica.

Assim, se os campos estiverem sem valor, não é necessário informar a DIRF. Contudo, se possuírem, o empregador deve emitir e entregar o documento para sua funcionária.

Tabela de IRRF 2024 para doméstica

Faixa salarialPercentual de TaxaçãoDesconto
Até R$ 2.112,00Sem taxa.
De R$ 2.112,99 até R$ 2.826,657,5%R$ 158,40
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,0515%R$ 370,40
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,6822,5%R$ 651,73
Acima de R$ 4.664,6827,5%R$ 884,96

Multas e penalidades sobre o imposto de renda da doméstica

Caso o empregador não emita a DIRF ou preencha, ou envie, o documento incorretamente e com inconsistências, ele fica sujeito a multas e penalidades.

A não emissão da DIRF acarreta uma multa de, no mínimo, R$ 200,00. Já a penalidade por não entrega do informe de rendimentos é de R$ 41,43. Caso o preenchimento ocorra incorretamente, com informações inconsistentes, o empregador pode cair na “malha fina” da Receita Federal.

Hora do Lar para gestão prática e rápida da doméstica

Com tantas responsabilidades mensais para lembrar, além de toda a rotina corrida e agitada do empregador, é comum sentir dificuldades e ter dúvidas em processos anuais. Afinal, mesmo que você já os tenha feito antes, lembrar os detalhes de um ano atrás é uma tarefa complicada.

Então, para te ajudar, existe uma solução completa e inteligente no mercado: o Hora do Lar. Ajudando mais de 15.000 empregadores domésticos todos os meses, nós deixamos toda a sua rotina mais simples, rápida e automática com funcionalidades e ferramentas como:

  • Registro e controle de ponto;
  • Geração de informe de rendimentos;
  • Integração completa com eSocial Doméstico;
  • Emissão de guias e comprovantes de pagamentos;
  • Cálculo automático de férias, 13° salário, rescisão e adicionais;
  • Suporte especializado multicanal e muito mais.

Descubra tudo o que o Hora do Lar pode fazer por você e descubra a melhor gestão de empregadas domésticas do Brasil. Faça seu cadastro e tenha acesso a todas as funcionalidades.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

Quer receber mais conteúdos como esses de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail toda
2ª feira e participe da comunidade do Hora do Lar!

© 2015-2023 Hora do Lar. CNPJ 21.011.165/0001-39. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade. Feito com ❤ pelo time HDL.

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.