...

Assinatura Retroativa da Carteira de Trabalho Doméstica: Confira!

É possível fazer a assinatura retroativa da carteira de trabalho doméstica. Nestes casos, a empregada deve estar ciente dos processos e dos motivos. Além disso, o empregador deve realizar o processo o quanto antes, a fim de evitar que a irregularidade se prolongue e isso traga multas.

Ser um empregador doméstico não é uma tarefa fácil, sobretudo com tantos detalhes e informações para lembrar. Contudo, é preciso sempre estar atento aos processos de regularização da empregada, para que tudo esteja dentro dos conformes legais.

Um dos mais importantes é a assinatura da CTPS da funcionária. Nela, o empregador deve registrar todos os acordos feitos e que constam no contrato de trabalho, como salário, data de ínicio, função, etc. Assim, você confere legalidade e validade à atividade, além de garantir os direitos da empregada doméstica.

Contudo, pode ser que, em algumas situações, o empregador precise realizar o registro depois que a atividade já foi iniciada. Quer saber tudo sobre a assinatura retroativa da carteira de trabalho da doméstica? Não se preocupe, o Hora do Lar te ajuda com todos os detalhes. Boa leitura.

Assinatura Retroativa da Carteira de Trabalho Domestica
Como assinar carteira de trabalho da doméstica com data retroativa – Foto: Freepik.

Assinatura retroativa da carteira de trabalho doméstica

A assinatura retroativa da carteira de trabalho doméstica deve ser feita o quanto antes. Afinal, a não assinatura da carteira de trabalho torna a atividade irregular, o que pode trazer diversos problemas para o empregador.

Caso o empregador realize a assinatura retrotativa da carteira de trabalho doméstica, ele deve registrar as informações com a data passada. Ou seja, é preciso usar a data original da admissão, e não a data na qual ele está realiazando o registro.

Além disso, no documento devem constar todas as mudanças salariais e férias, caso já tenham ocorrido. Em outras palavras, é preciso registrar todas as informações sobre o emprego doméstico, desde as que estão no contrato de trabalho quanto eventuais alterações.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Como fazer a assinatura retroativa da carteira de trabalho doméstica?

A assinatura retroativa da carteira de trabalho doméstica é permitida. Para isso, basta preencher os devidos campos com as informações sobre a relação empregatícia. Assim, você deve registrar todos os dados que constam no contrato de trabalho e que foram acordados, assim como eventuais mudanças.

Além disso, a empregada doméstica deve estar ciente da ação. Afinal, você deve solicitar o documento para que possa preenchê-lo.

O processo de assinatura é simples e rápido. Por isso, o documento não pode ficar em posse do empregador por muito tempo. Conforme a Consolidação das Leis Trabalhistas, é preciso que o documento seja devolvido ao trabalhador em, no máximo, 48 horas após a doméstica ter entregue ao empregador

Assinatura da Carteira de Trabalho Retroativa Domestica
Assinatura retroativa da CTPS da empregada doméstica – Foto: Freepik.

A assinatura deve seguir os seguintes passos:

  1. Empregador:  Nome completo.
  2. CNPJ/MF:  Colocar número do CPF do empregador.
  3. Rua e Nº:  Nome da rua e número do imóvel em que o funcionário trabalha.
  4. Município e Est.:  Nome do município e Estado onde está localizado o imóvel onde o funcionário trabalha.
  5. Esp. do estabelecimento:  “residência”, “casa de praia”, etc.
  6. Cargo:  Discriminar a função, mesmo que se especifique a função, deve-se identificá-la como de trabalho doméstico.
  7. CBO Nº:  Colocar o número do CBO segundo a função do funcionário doméstico (conforme a tabela abaixo).
  8. Data de admissão:  Data em que o funcionário foi admitido no formato: (dia / número) de (mês / extenso) de (ano / número).
  9. Não preencher.
  10. Não preencher.
  11. Remuneração especificada:  Valor do salário bruto na data da contratação (sem vales). Sugerimos escrever o numeral e por extenso, .
  12. Ass. do empregador ou rogo c/test:  Assinatura do empregador.
  13. 1º:  Não preencher.
  14. 2º:  Não preencher.
  15. Data saída:  Data em que o funcionário sair em definitivo do trabalho (rescisão) no formato (dia / número) de (mês / extenso) de (ano / número).
  16. Ass. do empregador ou rogo c/test:  Assinatura do empregador (deixar esse campo em branco na contratação e apenas assinar na rescisão).
  17. 1º:  Não preencher.
  18. 2º:  Não preencher.
  19. Não preencher.

Multa no registro retroativo da carteira de trabalho

Não há aplicação de multa aos empregadores que fizerem a assinatura retroativa da carteira de trabalho doméstica. No entanto, se a empregada seguir na irregularidade e houver denúncia, a situação pode mudar.

Conforme o texto da Reforma Trabalhista de 2017, o empregador que mantiver o trabalhador sem registro fica sujeito ao pagamento de multa por não assinar carteira, no valor de de R$ 3.000,00. Além disso, há o acréscimo de igual valor no caso de reincidência.

Registro no eSocial Doméstico

Se o empregador não assinou a carteira da doméstica, mas fez o registro no eSocial Doméstico, recolheu mensalmente a Guia DAE e emitiu todos os recibos, a sua situação já está resolvida. Isso porque o registro da empregada na plataforma do governo confere legalidade à relação trabalhista.

Além disso, o eSocial Doméstico é vinculado de forma direta à CTPS Digital da empregada. Assim, a plataforma transporta todas as informações registradas pelo empregador de forma automática para a carteira de trabalho digital. Ou seja, é como se você tivesse, de fato, assinado o documento físico.

Entretanto, se não houve registro de carteira, formulação de contrato ou cadastro no eSocial, o empregador precisa se atentar e realizar estes processos o quanto antes. Eles são etapas cruciais para regularizar a empregada doméstica.

Afinal, o empregador deixou de recolher os tributos do período em que houve prestação de serviços. A notícia boa é que, assim como a assinatura em carteira, também é possível fazer o cadastro no eSocial e formulação de contrato retroativos.

Para te ajudar, o Hora do Lar preparou este artigo:

Registro Retroativo da Doméstica: como fazer?

Vamos fazer o certo juntos?

O preço por manter um empregado não regularizado pode ser alto demais. Afinal, isso não envolve somente a parte financeira, mas também o estresse que um processo ou multas trabalhistas podem lhe trazer.

Trilhar o caminho certo é mais prático e seguro e, com ajuda da tecnologia, a plataforma Hora do Lar vai te ajudar a regularizar seus empregados.

O Hora do Lar oferece diversas funcionalidades ao empregador doméstico, como: integração com o eSocial, controle de ponto, emissão dos documentos mensais e muito mais para manter a segurança de seu lar.

Coloque mais segurança na relação trabalhista, cadastre-se no HDL e descubra como fazer a melhor gestão da empregada doméstica.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 4.8 / 5. Número de votos: 5

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

Quer receber mais conteúdos como esses de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail toda
2ª feira e participe da comunidade do Hora do Lar!

© 2015-2023 Hora do Lar. CNPJ 21.011.165/0001-39. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade. Feito com ❤ pelo time HDL.

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.