...

Como e Quando Reajustar o Salário da Empregada Doméstica?

Saber como e quando reajustar o salário da empregada doméstica é muito importante para o empregador. Afinal, existem situações nas quais o aumento é obrigatório, como reajuste do mínimo nacional, e outras nas quais é facultativo, como a iniciativa do próprio contratante.

O salário é uma das principais responsabilidades do empregador e direitos da empregada. Afinal, a cada mês de trabalho, ela deve receber um valor acordado como remuneração pelo seu trabalho. Contudo, existem situações nas quais este valor sofre alguns reajustes.

Por isso, é muito importante que o empregador doméstico saiba como e quando reajustar o salário da empregada doméstica. Assim, para as situações nas quais o reajuste é obrigatório, ele não comete erros e nem fica sujeito a problemas com a justiça.

Quer saber tudo sobre como e quando reajustar o salário da empregada doméstica? Então, não se preocupe, o Hora do Lar preparou este artigo completo para você. Fique conosco até o final e boa leitura.

como e quando reajustar o salario da empregada domestica

Como e quando reajustar o salário da empregada doméstica

Existem diversas situações que levam ao reajuste do salário da empregada doméstica. Algumas podem ser obrigatórias, como o amento do salário mínimo nacional ou regional, enquanto outras podem ser iniciativas do próprio contratante.

De qualquer maneira, é importante que o contratante avalie suas próprias condições financeiras a fim de garantir sua própria segurança e a de sua empregada.

Além disso, é importante entender que existem certas expectativas de aumento anuais, pautadas no crescimento da inflação e dos preços dos produtos. Assim, a empregada doméstica espera manter sua condição de vida, além de manter sua família.

Você pode se interessar: Doméstica com salário acima do mínimo nacional tem direito a reajuste?

Situações em que o reajuste é obrigatório

O aumento de salário é obrigatório se o valor do salário mínimo e do piso regional aumentarem e o pagamento conferido à empregada for menor que eles.

Contudo, caso o valor do contrato seja maior que os novos valores nacionais e regionais, o reajuste é facultativo. Ou seja, não é necessário haver reajuste.

Salário mínimo nacional em 2023

O salário mínimo da empregada doméstica em 2023 é de R$1.320,00, com previsão de aumento para R$1.320,00 a partir do mês de maio. Assim, o valor/hora que atualmente é de R$5,92 passará para R$6,00.

Este é o menor valor que a empregada doméstica pode receber como remuneração pelo seu trabalho. O salário mínimo sofre reajuste todos os anos, de acordo com a inflação, a fim de garantir uma boa condição de vida e manutenção de seu poder de compra.

Assim, caso o salário de sua empregada doméstica esteja abaixo do mínimo nacional, é preciso que você reajuste os valores o quanto antes.

Salário mínimo regional

Ao todo, existem 5 estados brasileiros que adotam valores próprios e diferentes como salário mínimo regional. Portanto, se a empregada doméstica morar e trabalhar nestas localidades, esta é a menor quantia válida como salário.

Afinal, entende-se que o custo de vida nestas regiões é mais elevado, o que cria a necessidade de um salário mínimo condizente com as realidades internas.

Assim, os estados e salários mínimos em 2023 são:

RegiãoValor do salário mínimoValor mínimo da hora de trabalho
NacionalR$1.320,00R$6,00/hora
São PauloR$1.476,75R$6,71/hora
Rio de JaneiroR$1.320,00R$6,00/hora
ParanáR$1.816,60R$8,25/hora
Santa CatarinaR$1.521,00R$6,91/hora
Rio Grande do SulR$1.443,94R$6,56/hora

Situações em que o reajuste é facultativo

Mesmo que o salário da empregada doméstica esteja igual ou acima dos valores nacionais e regionais, o empregador possui outras opções de como e quando reajustar o salário da empregada doméstico.

O empregador pode optar pelo aumento salarial, seja como maneira de demonstrar reconhecimento pelo esforço e por acreditar que a funcionária merece ou apenas por gostar dos serviços ou pelo aumento de funções.

De qualquer maneira, é importante que o empregador avalie e entenda as próprias condições financeiras antes de oferecer o aumento, a fim de não se comprometer com um determinado valor e não conseguir pagá-lo ao fim do mês.

Como alterar o salário da doméstica na carteira?

Sempre que o salário da trabalhadora sofrer reajustes, o empregador deve registrar os novos valores e informações na carteira de trabalho da empregada doméstica.

Para isso, encontre a página “Alterações de salário”. Você deve localizar os espaços entre aspas no documento e preenchê-los seguindo as instruções abaixo.

  • “Aumentando em”: a data que o aumento do salário passará a valer. O formato certo é dia/mês/ano;
  • “Para R$”: quantia do novo salário em reais;
  • “Na função de”: repetir a função na admissão ou nova função. É importante que o nome esteja correto e completo;
  • CBO“: colocar o código da função;
  • “Por motivo de”: razão pelo aumento. É possível que seja por merecimento, antiguidade, mudança de função e até mesmo por correção monetária;
  • “Assinatura do empregador”: assinatura do contratante.

Alteração de salário no eSocial Doméstico

Além de registrar os novos valores na CTPS da empregada, o empregador deve atualizar as quantias no eSocial Doméstico. Assim, todos os valores e encargos cobrados na Guia DAE são calculados da maneira correta, já com o reajuste.

Então, para mudar o salário da empregada doméstica no eSocial:

  1. Faça login na plataforma;
  2. No meno “Trabalhador”, selecione “Gestão dos Empregados”;
  3. Selecione a empregada e clique em “Dados Contratuais”;
  4. Clique em “Reajustar Salário”;
  5. Informe o novo valor do salário mínimo e a data do início da alteração;
  6. Salve as alterações.

Fique atento à atualização no sistema antes de fechar a folha de pagamento!

Depois de realizar todos esses passos e entender como e quando reajustar o salário da empregada doméstica, há mais um detalhe a se prestar atenção.

Certifique-se de que fez a atualização no eSocial antes que a folha de pagamento do mês do reajuste seja emitida.

Caso contrário, haverá um erro no valor – baseado no antigo pagamento -, situação pela qual todo empregador evita passar.

Tecnologia de ponta na gestão da empregada doméstica

Saber todos os detalhes e regras do trabalho doméstico não é fácil, ainda mais com as novidades e atualizações recorrentes. Contudo, deixar tudo isso de lado pode trazer uma série de problemas ao empregador.

Por isso, há mais de 5 anos, existe uma solução completa e inteligente para gestão da empregada doméstica: o Hora do Lar.

Nós ajudamos mais de 7500 empregadores domésticos todos os meses, em todos os momentos, processos e etapas. Tudo isso com segurança e praticidade, através de funcionalidades únicas e exclusivas como:

  • Controle de ponto;
  • 100% de integração com o eSocial Doméstico;
  • Emissão de guias e comprovantes de pagamento;
  • Geração do informe de rendimentos;
  • Cálculo automático de encargos e adicionais;
  • Suporte multicanal especializado;
  • Muito mais.

Descubra tudo o que o Hora do Lar pode fazer por você e deixe a sua gestão de empregados domésticos mais rápida, prática e automática. Cadastre-se agora e aproveite!

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 4.5 / 5. Número de votos: 10

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

Quer receber mais conteúdos como esses de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail toda
2ª feira e participe da comunidade do Hora do Lar!

© 2015-2023 Hora do Lar. CNPJ 21.011.165/0001-39. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade. Feito com ❤ pelo time HDL.

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.