);

Para emitir a Guia DAE em atraso o empregador precisa estar logado no sistema do eSocial Doméstico, mas é importante que ele esteja ciente do juros e multas que o documento terá a depender do período do atraso.

 

Já aconteceu com você de estar vivendo o mês tranquilo e feliz quando de repente descobre aquele boleto não pago? Bom, caso não, parabéns pela sua organização, porque quem já passou por isso sabe o quão desesperador pode ser.

Mais desesperador ainda é quando você se lembra de que esse boleto é a guia DAE e de que, depois do vencimento, existem juros e multas. Vai dando até um nó no estômago… Mas calma, nesse artigo você vai descobrir como dar um jeito nas guias em atraso sem dor de cabeça. Boa leitura!

Emitir a Guia DAE Em Atraso

Recolhimento da guia DAE

A Lei Complementar foi uma grande divisora de águas no emprego doméstico, pois após sua instituição a categoria teve acesso a grande parte dos direitos trabalhistas. Resumidamente, as empregadas doméstica têm direito ao INSS, FGTS, seguro contra acidente de trabalho, entre outros.

Com todos esses direitos, era necessário que o empregador fizesse o recolhimento destes encargos, e para isso foi criada a guia DAE do eSocial Doméstico.

Nesta guia estão unificados todos os encargos já citados acima, sendo que este documento deve ser obrigatoriamente pago no dia 7 de cada mês pelo empregador doméstico.

O não recolhimento da guia DAE pode trazer alguns prejuízos financeiros, já que existem juros por cada dia em que a DAE não for paga. Além disso, o empregador também irá pagar uma multa referente às competências atrasadas.

Valor da multa de guias DAE não pagas

O valor dos juros é de 0,33% ao dia, incidente até somar-se o limite de 20% sobre o valor devido, além de juros de 1% ao mês. Para o FGTS, a multa é de 10%, aplicável a partir do primeiro dia de vencimento, e os juros são de 0,5% ao mês.

Emitir a guia DAE em atraso

O processo para emitir a guia DAE em atraso é bem fácil de ser feito. Para isso, primeiramente:

  • faça login no sistema do eSocial doméstico;
  • clique em “folha/recebimento e pagamento”;
  • selecione a competência desejada (mês de exercício, não o mês do vencimento) e verifique se a competência está encerrada. Se não estiver, clique em “encerrar folha” e, logo após, clique em “emitir guia”;
  • feito isso, o sistema vai liberar a nova guia, que terá o vencimento para a mesma data da emissão em atraso, com multa e juros já calculados diariamente;
  • a guia DAE que será gerada deverá ser paga no mesmo dia. Por isso, você deve se programar para ficar sempre em dia com as devidas quitações.

Geração de guia DAE em atraso automática

Apesar desse procedimento ser teoricamente simples, o empregador, ainda sim, tem que dispor uma grande parte do seu tempo para emitir a guia DAE em atraso, o que é quase impossível com uma rotina corrida. Mas que tal gerar novamente a guia atrasada em apenas um clique?

Isso só é possível com a plataforma Hora do Lar. O serviço dá total assistência para o empregador doméstico, que consegue gerar a guia DAE atrasada em um clique, pois a plataforma HDL é 100% integrada ao eSocial Doméstico.

Conheça mais sobre a Plataforma Hora do Lar e também sobre os preços especiais que cabem no bolso do empregador doméstico.


1 comentário

NIVALDO ANTONIO SEMENSATO · 23 de janeiro de 2020 às 08:53

otimo

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *