);

Normalmente as férias proporcionais de doméstica ocorrem quando há rescisão de contrato, dessa forma o empregador deve pagar o valor referente ao período aquisitivo incompleto das férias para a empregada doméstica.

No momento da rescisão de contrato o empregador deve fazer uma série de cálculos para chegar no valor correto que deverá ser pago ao empregado. Dentre o montante de verbas que deverão ser calculados estão as férias proporcionais de doméstica.

Mas antes de botar a mão na massa e iniciar o cálculo o empregado deve compreender muito bem o conceito de férias proporcionais e quais são as reais regras previstas na legislação para o pagamento do valor para a trabalhadora. Continue lendo este artigo e fique por dentro de tudo sobre as férias proporcionais. Boa leitura!


Férias proporcionais de doméstica

Quando a empregada doméstica é demitida o empregador tem que fazer o cálculo de férias referente ao período aquisitivo não completo, esse período nada mais é que as férias proporcionais da doméstica.

Direito as férias proporcionais

Todo empregado doméstico que trabalha sob o regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) tem o direito de receber as férias proporcionais. O pagamento é feito de acordo com o valor relativo ao período aquisitivo incompleto das férias, na proporção de 1/12 por mês de serviço ou fração superior a 14 dias.

O pagamento das férias proporcionais de doméstica é valido somente quando a demissão for sem justa causa ou por decisão própria da empregada. Caso contrario na demissão com justa causa o empregador não tem obrigação de fazer o pagamento de férias proporcionais.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Diferença entre férias proporcionais e vencidas

É um tanto quanto comum haver uma pequena confusão entre as férias proporcionais e vencidas, mas um conceito é bem diferente do outro. Férias vencidas acontece quando a empregada doméstica ainda mantém vinculo trabalhista e o empregador não libera o descanso durante o período concessivo, deixando vence-lo.

Já as férias proporcionais, como vimos acima, ocorre no fim da relação trabalhista, ou seja, na rescisão onde o empregador deve fazer o pagamento relativo ao período aquisitivo incompleto das férias.

Saber diferenciar os conceitos é bem importante já que não pode haver pagamento de férias proporcionais de doméstico enquanto a relação de trabalho estiver ativa.

Cálculos precisos e automáticos

Cá para nós cálculos não são nada agradáveis, mas eles cercam totalmente a vida do empregador doméstico. É algo constante fazer cálculos de horas extras, décimo terceiro, férias e ocasionalmente o de rescisão. Todos devem ser feitos com muito cuidado pois qualquer descuido pode ser fatal para o bolso do empregador.

Mas já existem ótimas soluções digitais para o gerenciamento do empregado doméstico que executam qualquer cálculo sem o empregador precisar se preocupar.

As ferramentas mais avançadas como a Plataforma Hora do Lar fazem qualquer cálculo em apenas um clique e ainda emite o comprovante de pagamento para o empregador não se preocupar, tudo com a mais alta tecnologia que simplifica a gestão do empregado doméstico.

A Plataforma Hora do Lar tem a missão de automatizar a rotina do empregador e facilitar todos os processos como cálculos, registro de ponto, emissão da Guia DAE e muito mais. Conheça o que nós podemos fazer pela gestão do seu empregado doméstico.


0 comentário

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *