Quer ter mais tranquilidade com as questões da casa? Precisa regularizar a documentação dos empregados e ter a certeza de que os pagamentos são justos para ambas as partes? Então saiba que você está no lugar certo! Neste artigo nós falaremos sobre a importância da tecnologia na gestão do empregado doméstico.

Independentemente da função — empregadas domésticas, babás ou cuidadores de idosos —, a observação a se fazer é que diante de um dia a dia muito corrido, pode ser difícil controlar os horários de chegada, almoço e saída, trazendo confusões no que se refere aos acertos salariais, incluindo o pagamento das férias e o 13º salário.

Por essa razão, é fundamental que se faça uma boa gestão doméstica não apenas para garantir a regularidade dos contratos, mas também para evitar ações trabalhistas dos empregados. Dito isso, mostraremos a seguir por que a tecnologia é importante e de que formas ela pode auxiliar nessa questão. Confira!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Importância da tecnologia

O que caracteriza o empregado doméstico?

Em primeiro lugar, é preciso compreender a definição de “empregado doméstico”. De acordo com a Lei, todo profissional que presta serviços de natureza onerosa, contínua, pessoal, subordinada e de finalidade não lucrativa ao contratante deve ser caracterizado como tal, desde que essa prestação seja no âmbito residencial e envolva dois ou mais dias de trabalho por semana.

Nessas condições, a categoria é integrada por:

  • cozinheiros;
  • governantas;
  • babás;
  • motoristas particulares;
  • jardineiros;
  • acompanhantes de idosos;
  • e empregadas domésticas na sua palavra geral (lavam, passam, limpam, cozinham etc.)

Além desses, os caseiros também são considerados empregados domésticos quando o local onde exercidas as suas funções não possui finalidade lucrativa. Para o exercício das atividades, a contratação de menores de 18 anos é proibida.

Qual a importância da tecnologia na gestão dessa classe de trabalhadores?

Agora que você já sabe o que caracteriza o empregado doméstico, vamos à importância da tecnologia na gestão dessa classe de trabalhadores. O ponto a destacar, nesse caso, é que existe uma legislação em vigor que assegura os direitos desse profissional.

O empregador, portanto, deve obrigatoriamente segui-la, do contrário, estará sujeito aos processos judiciais e trabalhistas. E é justamente aí onde entra a tecnologia, que auxilia na formalização dos serviços de modo a garantir que a lei esteja sendo cumprida.

Em termos práticos, ela gera tranquilidade ao facilitar o dia a dia de quem já tem obrigações suficientes para se preocupar e assegurar que os direitos de todos são respeitados.

Nesse contexto, o destaque vai para os softwares e aplicativos para a gestão do empregado doméstico. Em resumo, eles trarão controle e transparência para a relação entre contratado e contratante. No final deste conteúdo, apresentaremos os benefícios e as funcionalidades do nosso sistema, o Hora do Lar.

Teste grátis - aplicativo Hora do LarPowered by Rock Convert

Quais são as ferramentas existentes e que pode auxiliar na gestão do empregado doméstico?

Além dos softwares específicos que acabamos de citar, é interessante que você saiba quais são as outras ferramentas que podem ajudar na gestão do empregado doméstico. De maneira clara e objetiva, são elas:

Livro ponto

À venda em qualquer papelaria, o livro ponto é a forma mais utilizada para o registro das jornadas de trabalho do empregado doméstico. Basicamente, trata-se de um caderno que possui espaço para hora, data e assinatura.

Nele, o trabalhador deve justificar os horários de entrada, saída, refeições e intervalos. Contudo, como você pode perceber, esse instrumento é um tanto quanto “arcaico”, livre de tecnologias e apresentando uma considerável margem de erro: não dá para ter certeza de que as anotações serão fiéis ao que de fato ocorreu.

Ponto eletrônico

Mais seguro e funcional, porém com um custo razoavelmente mais elevado, o ponto eletrônico também está entre as opções para registrar a frequência dos empregados domésticos.

Todavia, é necessário realizar backups constantes para evitar que as informações sejam perdidas em caso de alguma falha no aparelho. Esse cuidado é indispensável, já que a perda dos arquivos comprometerá todo o controle.

Os dispositivos mais atuais oferecem o recurso da biometria, que nada mais é do que a utilização da impressão digital para a realização dos registros. Porém, apesar de este ser um dispositivo tecnológico, sua função é “banal” quando comparado aos softwares de controle e aplicativos específicos de gestão do empregado doméstico.

Folha de ponto avulsa

Certamente a maneira mais comum, a folha de ponto avulsa também pode ajudar, mas pouco. Por quê? A resposta: porque o método é muitos simples, exigindo cuidados com arquivamentos e não proporcionando segurança no que corresponde à confiabilidade dos informes.

É verdade que essa ferramenta (se assim pode ser chamada) ajuda. No entanto, a mencionamos unicamente por isso, pois a nossa dica é priorizar as alternativas tecnológicas, afinal, vivemos em tempos modernos.

Por que apostar em sistemas específicos?

Chegamos na parte em que você entenderá a real importância da tecnologia no gerenciamento do empregado doméstico. Nesse momento, conforme prometido, abordaremos os principais pontos em relação aos softwares desenvolvidos especificamente para essa atribuição.

Como exemplo, citaremos o Hora do Lar, que foi desenvolvido em conformidade com a PEC das Domésticas (Lei Complementar Nº 150, de 1º de Junho de 2015).

Isso significa que, ao utilizá-lo, você receberá avisos e terá acesso às informações e documentos referentes a todas as questões trabalhistas para o empregador, incluindo:

Resumindo, você terá a legislação vigente em suas mãos. Quanto ao funcionamento do aplicativo em si, o elemento-chave consiste na disponibilização de um QR Code, que servirá como uma espécie de ponto eletrônico.

Tudo será executado por meio dos smartphones, do empregador e do trabalhador. As funcionalidades e recursos são excelentes, fáceis de usar e entender.

Enfim, ao adotar esse tipo de tecnologia, você simplifica sua rotina. Afinal, as dúvidas ou problemas relacionados à contratação e aos pagamentos dos empregados domésticos vão por água a baixo.

Por esse motivo, aproveite e conheça o Hora do Lar agora mesmo. Você pode testá-lo gratuitamente dentro de um período de trinta dias. Basta apenas se cadastrar!


Diana Hada

Bacharel de Publicidade e Propaganda, com qualificação técnica em Assistente de Atendimento, Planejamento, Criação e Produção Publicitária no Centro Universitário Senac. Especialista em Inbound Marketing e Produção de Conteúdo para Web pela Rock Content; certificada em Redes Sociais pela Unieducar e em Comunicação Integrada de Marketing pela ESPM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *