);

O procedimento para reabrir folha de pagamento no eSocial Doméstico deve ser feito pelo empregador antes do pagamento da guia DAE.

 

Quem nunca errou que atire a primeira pedra! Dentre tantos dados e valores para calcular todos os meses, às vezes pode acontecer de algum erro passar despercebido e, no momento de gerar a guia DAE, esse equívoco seja notado e precise ser corrigido rapidamente… Ou ainda outros ajustes podem ser necessários, tais como a alteração da data de uma demissão e, para isso, reabrir a folha de pagamento é preciso.

Por isso, confira aqui todo o procedimento para reabrir a folha de pagamento no eSocial Doméstico, saiba o que fazer caso a guia DAE seja paga antes da correção e entenda porquê deve ser uma prática esporádica. Boa leitura!

Reabrir Folha de Pagamento no eSocial Doméstico

É possível reabrir a folha de pagamento da empregada doméstica?

Sim, é possível reabrir a folha de pagamento da empregada doméstica, contudo o procedimento deve ser feito antes do pagamento da guia DAE. Todo o procedimento pode ser feito rapidamente pelo empregador, contudo isso não deve ser uma prática rotineira.

Em quais situações o empregador deve reabrir a folha de pagamento?

Algumas das situações mais comuns que levam o empregador doméstico a reabrir a folha de pagamento no eSocial doméstico são:

  • ajuste retroativo de salário;
  • inclusão do evento de férias;
  • alteração da data da demissão da empregada;
  • correção no lançamento de valores de benefícios pagos;
  • correções de remuneração e recolhimentos de diferenças de guias pagas anteriormente.

Como reabrir a folha de pagamento no eSocial Doméstico?

  1. acessar a página do eSocial e fazer o login;
  2. no menu “Folha de Pagamento”, selecionar a folha do mês que será alterada;
  3. clicar em “Reabrir Folha”;
  4. selecionar o trabalhador e fazer as alterações na sua remuneração (informar a
    totalidade da remuneração e não apenas a diferença);
  5. clicar em “Salvar rascunho” > “Concluir Pagamento” > “Encerrar Folha”> “Confirmar”.

É importante ressaltar que esse procedimento deve ser feito para acertar os dados errados e, após isso, o empregador deve enfim fazer o pagamento da guia DAE nos valores corretos. Caso a guia já tenha sido paga, deverão ser feitos os recolhimentos de diferenças e a correção de remuneração.

O empregador poderá utilizar a funcionalidade “Abater Pagamentos Anteriores”. Tal funcionalidade deduzirá automaticamente os valores das guias já emitidas da mesma competência.

Correção de remuneração e recolhimentos de diferenças

  1. selecionar a folha do mês que será alterada;
  2. clicar em “Reabrir Folha”;
  3. clicar no nome do trabalhador e fazer as alterações na sua remuneração (informar a
    totalidade da remuneração e não apenas a diferença);
  4. clicar “Salvar rascunho” > “Concluir Pagamento” > “Encerrar Folha”> “Confirmar”;
  5. clicar no link “Editar Guia”, localizado no canto superior direito, para acessar a página
    de edição do DAE;
  6. clicar em “Abater Pagamentos Anteriores”;
  7. informar o número da guia para abatimento;
  8. clicar em “Emitir DAE”.

Por que retificar a folha de pagamento deve ser esporádico?

O empregador, ao gerar a folha de pagamento, está responsável por fazer todos os recolhimentos previdenciários e tributários sobre aqueles valores. Logo, gerar a folha de pagamento e gerar a guia DAE são grandes responsabilidades. Qualquer valor recolhido de modo errado pode caracterizar crime fiscal e ninguém quer passar por um processo desses, não é mesmo?

O eSocial permite que sejam feitas alterações nas folhas de pagamento, pois erros podem acontecer, contudo, apoiar-se nessa funcionalidade para não fazer todas as conferências de valores antes de gerar o documento é um grande erro!

Sabemos que descontos e valores adicionais compõem o valor do salário da empregada doméstica e que, muitas vezes, no dia a dia essa conferência pode atrapalhar a rotina. Por isso, recomendamos que seja utilizada a plataforma do Hora do Lar.

Plataforma Hora do Lar para gerenciamento das folhas de pagamento

Correr o risco de precisar reabrir a folha de pagamento por lançamentos errados é algo que não precisa acontecer. Até mesmo porque existem diversos cálculos que devem ser feitos na hora de conferir os valores – e esperar que o erro chegue através da reclamação da empregada doméstica não é legal!

A plataforma Hora do Lar faz o gerenciamento das folhas de pagamento automaticamente. Através do registro de ponto, todas as horas e minutos são calculados automaticamente, seguindo todas as regras trabalhistas sobre horas extras e adicionais noturno, por exemplo.

Com isso, o empregador pode ficar tranquilo, se houve adicional no salário, descontos por faltas, férias ou qualquer outra situação atípica, a folha de pagamento será gerada automaticamente pelo sistema, evitando chances de erros, e claro, evitando que o empregador passe por todo o procedimento de reabrir o documento no eSocial Doméstico.

Conheça agora mesmo a plataforma, aproveite o desconto de 20% no plano anual e faça o melhor investimento para a gestão do emprego doméstico.