);

Para pagar eSocial Doméstico atrasado, basta ir no site da Receita e verificar quais documentos estão pendentes. É importante que o recolhimento seja feito o mais rápido possível, pois a cada dia de atraso o documento gera juros e multas.

 

Muitos empregadores acabam perdendo o prazo para pagar a guia DAE do eSocial, alguns por falta de tempo, outros por dificuldade em gerar a guia e até mesmo desconhecimento do assunto. Veja abaixo como proceder para pagar o eSocial doméstico atrasado e como verificar as guias que já foram pagas.

Sempre lembrando que o documento é mensal e de emissão obrigatória para os contratantes. E, caso você esteja com a guia DAE do eSocial em atraso, a regularização deve ser feita o mais rápido possível!

Pagar eSocial Doméstico Atrasado

Guia DAE do eSocial em atraso

No status “Situação” do site do eSocial doméstico não é possível ver quais estão pagas ou não, pois o status “Encerrado” significa apenas que o prazo daquela guia já passou, estando paga ou não. Já o “Pendente” refere-se a meses ainda não apurados.

Assim, para identificar a guia DAE do eSocial em atraso, é preciso acessar o Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) da Receita Federal, da seguinte forma:

  1. na página de acesso, digite CPF, código de acesso e senha — ou acesse utilizando o certificado digital e-CPF;
  2. no menu do e-CAC, selecione “Pagamentos e parcelamentos”;
  3. no tópico “Pagamento”, selecione o item “consulta comprovante de pagamento – DARF, DAS, DAE e DJE”;
  4. na próxima tela, em “Tipo de pagamento”, selecione a DAE;
  5. preencha o período, em meses, da pesquisa desejada, os demais dados da DAE e clique em “Consultar”.

Após seguir esses passos, o sistema vai indicar quais guias foram quitadas corretamente e os meses que não aparecerem são referentes aos pagamentos que estão em atraso. Pronto! Agora, com essas informações, você consegue gerar a guia DAE do eSocial em atraso!

Como emitir a guia DAE do eSocial em atraso

As guias DAE emitidas após o vencimento são geradas com multas e juros, calculados diariamente.

A guia DAE deve ser gerada e paga no mesmo dia, por isso programe-se e fique sempre em dia.

Para vários meses em atraso, deve-se gerar a guia DAE de cada competência, por isso, acesse e gere mês a mês. Lembrando que guias atrasadas serão sempre geradas com vencimento para o mesmo dia, com juros e multas calculados automaticamente.

Também não é difícil emitir a guia DAE do eSocial em atraso. Basta selecionar o ano e o mês da apuração quando estiver no campo “consulta comprovante de pagamento – DARF, DAS, DAE e DJE”, escolher o mês em atraso cuja situação estará como “Encerrado”.

Assim que clicar na guia, a tela seguinte terá a opção “Editar guia”, no lado direito. Então clique nessa opção e em “Emitir DAE” das próximas telas. Ao final, o sistema liberará a nova guia com vencimento na mesma data da emissão em atraso, com multa e juros já calculados. Vale lembrar que o eSocial gera uma guia por mês/competência que está em aberto, ou seja, não é possível incluir todos os pagamentos atrasados em um único documento.

Por que a guia DAE do eSocial é tão importante?

Emitir e pagar corretamente esse documento é obrigatório. Além disso, os comprovantes servem de prova do recolhimento dos tributos incluídos no eSocial, que pode ser fundamental após a demissão do empregado.

Infelizmente podem acontecer alguns erros no sistema que não contabilizam corretamente todos os pagamentos efetuados. Assim, por exemplo, quando o trabalhador tenta realizar o saque do FGTS ou requere algum benefício do INSS, pode ser surpreendido com a informação de que faltam pagamentos.

Com as guias do eSocial e os comprovantes de pagamento, fica fácil comprovar os recolhimentos, garantindo os direitos do empregado doméstico.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Quais são as consequências do não pagamento da guia DAE?

A primeira consequência de não pagar a guia DAE é a incidência de multa e juros. Quanto a percentuais, a multa por atraso de pagamento é de 0,33% ao dia, que incide até somar o limite de 20% sobre o valor devido, além de juros de 1% ao mês. Para o FGTS a multa é de 10%, aplicável a partir do primeiro dia de vencimento, e juros de 0,5% ao mês.

Outro ponto que merece atenção é que deixar de recolher os tributos pode resultar em uma ação judicial movida pelo governo, que é o merecedor desses valores, e a inscrição do nome do empregador na Dívida Ativa da União. Nesses casos, além dos valores de tributos em aberto, o processo também gera custas judiciais e honorários advocatícios, trazendo vários prejuízos.

Emitir a guia DAE do eSocial em atraso corretamente e entendê-la é importante, mas não é a única obrigação do contratante de empregado doméstico. Lembre-se de que também é importante ficar atento a todos os direitos trabalhistas e guardar todas as guias pagas, pois elas servem como prova do recolhimento.

Gestão inteligente e tecnológica

Como vimos acima, o não pagamento da Guia DAE no mesmo dia incide em multas diárias, o que é um gasto extra desnecessário para o empregador, causado muitas vezes por esquecimento ou mau gerenciamento.

Com o serviço HDL você gera as guias DAE atuais e atrasadas em apenas 1 clique. Isso porque a Plataforma e o aplicativo do empregador são totalmente integradas ao eSocial doméstico, além dele também enviar todas as guias para o e-mail do empregador todo mês.

Descubra como é possível fazer uma gestão inteligente e segura, conheça mais sobre o Hora do Lar e ganhe 30 dias de gratuidade.


30 comentários

Fernando Antonio Monteiro de Melo · 28 de junho de 2019 às 23:05

É muto interessante estas informações, porém preciso saber como faço o codigo de acesso ara obter guias em atraso, visto que estou nas mãos de contador o que onera mais ainda meu orçamento, e o mesmo não me da o código de acesso.

Simone · 8 de agosto de 2019 às 23:15

Preciso gerar boletos atrasados com urgência. Como estava na mão de um contador, não faço ideia de quantos foram pagos e muito menos gerar os boletos

    Lucilia Mendes · 12 de agosto de 2019 às 17:38

    Olá Simone, tudo bem?

    O primeiro passo é descobrir quais guias estão pendentes, este procedimento é feito no portal eCac e você irá encontrar o passo a passo neste artigo: Como pagar eSocial doméstico atrasado

    Após descobrir quais são as pendências você poderá gerar devido boleto no eSocial, o passo a passo de como gerar está neste artigo: Como emitir guia DAE em atraso

    Espero ter ajudado!

Laíssa · 12 de agosto de 2019 às 21:49

Parece muito simples, mas de fato não é!
Quando consulto os comprovantes de pagamento, não aparece nenhuma opção referente a DAE que está em atraso.

Como emito o boleto atualizado? Onde está essa opção?

“Também não é difícil emitir guia DAE do eSocial em atraso. Basta selecionar o ano e o mês da apuração quando estiver no campo “consulta comprovante de pagamento – DARF, DAS, DAE e DJE”, escolher o mês em atraso cuja situação estará como “Encerrado”

Não aparece essa opção de ENCERRADO

    Lucilia Mendes · 15 de agosto de 2019 às 11:21

    Olá Larissa, tudo bem?

    No portal eCac você irá encontrar a relação das guias que estão pendentes após seguir os passos do artigo “Como pagar eSocial doméstico atrasado”, o sistema vai indicar quais guias foram quitadas corretamente e os meses que não aparecem são referentes aos pagamentos que estão em atraso.

    Após descobrir quais são as pendências você poderá gerar devido boleto atualizado no eSocial, o passo a passo de como gerar está neste artigo: Como emitir guia DAE em atraso

    Espero ter ajudado!

JULIANA SALDANHA · 13 de agosto de 2019 às 08:49

Bom dia,
estou tentando emitir o DAE que venceu dia 07/08/2019, entretanto, aparece a mensagem “Não existe índice de atualização monetária cadastrado no sistema para o dia 13/08/2019. Tente gerar a guia no próximo dia útil”.
Porém não consigo gerar a guia para nenhum outro dia.
O que devo fazer???

    Lucilia Mendes · 14 de agosto de 2019 às 15:50

    Olá Juliana, tudo bem?

    O eSocial estava instável nos últimos dias e por isso não havia a possibilidade de fazer a geração das guias em atraso.

    Aparentemente o sistema já voltou ao normal então tente novamente fazer a emissão do documento.

    Espero ter ajudado!

      JULIANA SALDANHA · 16 de agosto de 2019 às 13:12

      Muito obrigada!!
      Deu certo!!

Tiago NASCIMENTO · 9 de setembro de 2019 às 12:37

Existe algum tipo de parcelamento de guias em atraso?

    Lucilia Mendes · 25 de setembro de 2019 às 15:52

    Olá Thiago, tudo bem?

    Só é possível fazer o parcelamento dos encargos das contribuições previdenciárias patronais. O restante (FGTS e contribuições previdenciárias do empregado) devem ser pagos por meio da emissão da guia atualizada do eSocial.

    Este parcelamento das contribuições previdenciária patronais é feito junto a Unidade de Atendimento da Receita Federal

    Obs: ao emitir a guia atualizada do eSocial deve ser feito o abatimento do débitos das contribuições patronais já pagas no parcelamento, para que o valor não seja pago de forma duplicada.

    Espero ter ajudado

Michelle · 17 de setembro de 2019 às 14:02

Consigo colocar os DAEs gerados no e-social em débito em conta?

    Lucilia Mendes · 18 de setembro de 2019 às 15:24

    Olá Michelle, tudo bem?

    As guias do eSocial devem ser emitidas pelo empregador ao final de cada mês e então pagas por meio da rede bancária.

    O Hora do Lar pode te ajudar na emissão dessas guias, ao escolher o plano Vida Fácil o HDL irá te enviar ao final de cada mês todos os documentos para pagamento. clique aqui para se cadastrar!

    Espero ter ajudado 🙂

Felipe Marques · 19 de setembro de 2019 às 12:26

Consigo somar todos os debitos que tenho de Esocial e fazer um parcelamento junto a receita?

    Lucilia Mendes · 25 de setembro de 2019 às 15:08

    Olá Felipe, tudo bem?

    Só é possível fazer o parcelamento dos encargos das contribuições previdenciárias patronais. O restante (FGTS e contribuições previdenciárias do empregado) devem ser pagos por meio da emissão da guia atualizada do eSocial.

    Obs: ao emitir a guia atualizada do eSocial deve ser feito o abatimento do débitos das contribuições patronais já pagas no parcelamento, para que o valor não seja pago de forma duplicada.

    Espero ter ajudado 🙂

ana lucia · 24 de setembro de 2019 às 10:40

posso parcelar os debitos do e-social em atraso?

    Lucilia Mendes · 25 de setembro de 2019 às 15:15

    Olá Ana, tudo bem?

    Só é possível fazer o parcelamento dos encargos das contribuições previdenciárias patronais. O restante (FGTS e contribuições previdenciárias do empregado) devem ser pagos por meio da emissão da guia atualizada do eSocial.

    Este parcelamento das contribuições previdenciária patronais é feito junto a Unidade de Atendimento da Receita Federal

    Obs: ao emitir a guia atualizada do eSocial deve ser feito o abatimento do débitos das contribuições patronais já pagas no parcelamento, para que o valor não seja pago de forma duplicada.

    Espero ter ajudado 🙂

Juliana · 24 de setembro de 2019 às 10:43

Olá, me vejo numa situação complicada, porque estou com vários DAEs atrasados.
Quero dispensar a minha empregada doméstica, pois a cada dia os encargos se acumulam mais, mas sei que sem pagar os DAEs não conseguirei fazer isso.
Há uma forma de parcelar os débitos com DAEs?

    Lucilia Mendes · 25 de setembro de 2019 às 15:20

    Olá Juliana, tudo bem?

    Só é possível fazer o parcelamento dos encargos das contribuições previdenciárias patronais. O restante (FGTS e contribuições previdenciárias do empregado) devem ser pagos por meio da emissão da guia atualizada do eSocial.

    Este parcelamento das contribuições previdenciária patronais é feito junto a Unidade de Atendimento da Receita Federal.

    Obs: ao emitir a guia atualizada do eSocial deve ser feito o abatimento do débitos das contribuições patronais já pagas no parcelamento, para que o valor não seja pago de forma duplicada.

    Espero ter ajudado 🙂

ALDAIR · 26 de setembro de 2019 às 10:23

Olá Lucilia Mendes, FAVOR ME INFORMAR COMO FAÇO PARA EMITIR A GUIA SOMENTE DO FGTS EM ATRASO PORQUE VOU PARCELAR OS VALORES INSS DIRETAMENTE DO ECAC , NÃO ESTOU SABENDO EMITIRA GUIA PAGTO FGTS ABATENDO OS VALORES DE INSS QUE VOU PARCELAR.

    Lucilia Mendes · 11 de outubro de 2019 às 12:11

    Olá Aldair,

    Tudo bem?

    Percebemos que a sua dúvida é muito comum e preparamos um artigo que explica passo a passo de como realizar o processo, clique aqui para conferir!

    Por fazer o parcelamento no eCac você irá conseguir parcelar todos os encargos relativo ao INSS, então basta selecionar os encargos do FGTS seguindo os passos do post.

    Espero ter ajudado 🙂

AFONSO LIMA DA CRUZ JÚNIOR · 2 de outubro de 2019 às 20:33

Tem como ser efetuado o pagamento da guia das férias atrasadas, muito embora tenha pago o funcionário.

    Lucilia Mendes · 9 de outubro de 2019 às 09:57

    Olá Afonso,

    tudo bem?

    Sim, é possível fazer o pagamento dos encargos de férias atrasados, para isso, no eSocial, as folhas de pagamento referente ao período de férias devem ser reabertas, as férias devem ser lançadas, e em caso de já ter ocorrido o pagamento de alguma guia referente ao período o valor deve ser abatido da nova guia.

    A plataforma Hora do Lar pode te ajudar com todos os procedimentos e emissão da guia em atraso, clique aqui e cadastre-se

    Espero ter ajudado 🙂

sérgio luiz de andrade · 10 de dezembro de 2019 às 08:27

PORQUE AS GUIAS EM ATRASO DO E-SOCIAL ATUALMENTE ESTÃO CALCULANDO SOMENTE OS CÓDIGOS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL? COMO FAÇO PARA RECOLHER OS CÓDIGOS DO fGTS?

    Maria Lalicia · 20 de fevereiro de 2020 às 15:20

    Olá Sérgio, tudo bem?

    eCac é o portal do contribuinte da Receita Federal, e esta é responsável apenas pelos encargos da Previdência Social.

    Portanto quando guia é emitida pelo eCac,é discriminado apenas os códigos das contribuições previdenciárias.

    Para emitir uma guia apenas com os códigos do FGTS confira Clicando aqui!

    Espero ter ajudado 🙂

Marta Vianna · 12 de dezembro de 2019 às 10:07

Prezada Lucilia,
Minhas empregadas tiraram férias em outubro/19. Ainda não paguei esta guia. Está em aberto e em atraso. Tenho como pagá-la incluindo o terço constitucional? Faço manualmente a inclusão do terço? Qual (is) a descrição que devo escolher para gerar a guia? Obrigada pela ajuda.

    Lucilia Mendes · 30 de dezembro de 2019 às 14:27

    Olá Marta, tudo bem?

    Sobre sua dúvida: Ao lançar as férias no eSocial o mesmo já faz o calculo dos valores a pagar e importa para a folha de pagamento automaticamente, para isso basta as respectivas folhas estarem abertas

    Temos um post que ensina o passo a passo de como lançar as férias no eSocial, clique aqui para conferir!

    Espero ter ajudado 🙂

ANDREA D SILVA · 17 de dezembro de 2019 às 14:17

FIZ UM RECOLHIMENTO DO ESOCIAL E GEROU DUPLICIDADE COMO ABATER ESTA GUIA PAGA A MAIOR NO ESOCIAL NO PROXIMO PAGAMENTO

    Lucilia Mendes · 30 de dezembro de 2019 às 14:50

    Olá Andrea,

    Não é possível abater guias de competências diferentes e portanto você não conseguirá abater o valor pago a maior no próximo pagamento, Mas você pode pedir a restituição do valor.

    Temos um post que ensina quais são os procedimentos para requerer a restituição, clique aqui para conferir!

    Espero ter ajudado 🙂

Marcelo Sebeff · 26 de dezembro de 2019 às 21:59

Como faço pra pagar somente o FGTS, pois os demais encargos, gerei as guias pelo site da RFB e fiz o pagamento. Só que agora, quando vou gerar as guias das competências, aparece todos os encargos para pagamento.

    Lucilia Mendes · 19 de fevereiro de 2020 às 17:08

    Olá Marcelo,

    Temos um post que pode explica o passo a passo de como selecionar os débitos desejados da guia do eSocial para pagamento, no seu caso o FGTS, clique aqui para conferir!

    Espero ter ajudado 🙂

Deixe uma resposta

Avatar placeholder

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *