...

Empregada Doméstica pode ser MEI? Confira as Regras!

Muitos empregadores têm dúvida se a empregada doméstica pode ser MEI. Entretanto, apenas diaristas podem ser contratadas nessa modalidade, ou seja, prestadoras de serviço doméstico com frequência de até duas vezes na semana. 

Desde 2015, a empregada doméstica não pode ser MEI, e apenas a categoria de diarista tem a possibilidade de contrato em CNPJ. Por isso, as leis sobre o processo de contratação e prestação de serviço devem ser de conhecimento do empregador.

Na hora de contratar uma empregada doméstica devemos sempre nos atentar ao tipo de prestação de serviço, e assim, qual o vínculo trabalhista deve ser gerado. Dessa forma, é possível evitar questões com a justiça no futuro.

A empregada doméstica não pode ser MEI e precisa ter carteira assinada, diferente de diaristas que também prestam serviço doméstico. Para entender melhor, leia aqui a diferença dos vínculos e fuja dos processos trabalhistas. Boa leitura.

empregada domestica pode ser mei
Contratação de empregada doméstica com MEI é possível? – Foto: Freepik.

Empregada doméstica pode ser MEI?

Quando a questão é se a empregada doméstica pode ser MEI, a resposta é: domésticas não podem ser MEI. Entretanto, segundo a lei, diaristas têm a possibilidade de serem MEI.

É importante saber que diarista e empregada doméstica têm definições diferentes. Conforme a Lei Complementar nº 150:

“[…] empregado doméstico, assim considerado aquele que presta serviços de forma contínua, subordinada, onerosa e pessoal e de finalidade não lucrativa à pessoa ou à família, no âmbito residencial destas, por mais de 2 (dois) dias por semana […]”

Diferente da empregada doméstica, a diarista deve trabalhar, no máximo, 2 dias por semana para seu empregador. Assim, a empregada doméstica só é enquadrada nessa definição se trabalhar pelo menos 3 dias por semana.

Dessa forma, uma prestadora de serviços domésticos pode ser MEI quando esse trabalho é executado até duas vezes por semana.

Empregadas domésticas não podem se enquadrar como MEI, dessa forma, devem ter carteira assinada, cadastro no eSocial Doméstico e todos os direitos previstos na PEC das domésticas assegurados.

Qual a diferença entre ser MEI e ter carteira registrada?

O Microempreendedor Individual (MEI) é uma forma de regularização na qual uma pessoa física faz a inscrição de um CNPJ em seu nome. Assim, o MEI passa a ter responsabilidades de um empresário, como Imposto de Renda de pessoa física e jurídica, por exemplo.

Abrir MEI é gratuito e os profissionais autônomos com essa definição têm contribuição reduzida e podem emitir nota fiscal, além disso, tem cobertura previdenciária e benefícios bancários.

A prestadora de serviços domésticos que abre um MEI tem um limite de faturamento anual de R$ 81 mil com tolerância de até 20% desse valor. Entretanto, caso ultrapasse esse faturamento, a diarista será enquadrada em outra categoria de empresa e terá outras tributações e responsabilidades.

A empregada doméstica com carteira assinada não tem limite de faturamento. Contudo, se a empregada doméstica receber mais de R$ 28.557,70 no ano terá de declarar IRPF. Ambas as formas de regularização são válidas e geram direitos ao trabalhador doméstico. O que muda é o vínculo empregatício conforme a frequência de trabalho e os cuidados que o empregador deve ter.

Posso contratar uma diarista MEI sendo pessoa física?

Sim, já que não há uma “hierarquia fiscal” para contratar um prestador de serviço. Então na hora de escolher quem irá cuidar dos afazeres domésticos da casa, é possível optar pela diarista que tem um MEI ou fazer um contrato em carteira.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.

Como faço para contratar uma diarista como MEI?

Como mostrado, pessoas ainda se questionam se a empregada doméstica pode ser MEI. Entretanto, apenas diaristas podem ser contratadas dessa forma.

Para contratar uma diarista como MEI e evitar problemas futuros, é aconselhável que tome as seguintes providências:

  • Faça um contrato de prestação de serviço deixando claro as condições de trabalho, como os dias da semana que ela irá trabalhar, horário e remuneração;
  • Solicite recibos de pagamento do CNPJ que está sendo contratado (gerar nota fiscal para prestação de serviço de CNPJ para pessoa física, não é obrigatório. Contudo, se for de CNPJ para CNPJ é preciso gerar nota fiscal);
  • Não ultrapasse mais que dois dias na semana na prestação de serviço.

Como contratar uma empregada doméstica?

A PEC das domésticas, estabelecida em 2015, define quais são as regras para contratar uma empregada doméstica corretamente. Ao contrário da diarista, a empregada doméstica tem um vínculo empregatício com seu empregador, o que garante deveres e direitos.

A empregada doméstica deve ter sua carteira de trabalho assinada pelo empregador, além de cadastro no sistema do eSocial Doméstico. Assim, essa relação trabalhista exige um contrato entre a trabalhadora e o empregador.

Veja mais: Empregada Que Trabalha 3 Vezes Por Semana Deve Ser Registrada?

Empregada doméstica: Direitos

Assim, a empregada doméstica tem uma série de direitos assegurados, como:

Se o empregador manter uma empregada doméstica sem cumprir essas obrigações, ele fica passível de processos trabalhistas e multas que podem chegar ao valor de R$3.000.

Por isso, o empregador doméstico deve estar ciente das leis do trabalho doméstico e das responsabilidades dessa relação empregatícia. Ao diferenciar entre empregada doméstica e diarista, não há riscos de contratação MEI irregular.

Gestão da Empregada Doméstica com o Hora do Lar

As leis trabalhistas definem diversas normas sobre o trabalho doméstico, incluindo direitos e deveres do empregador doméstico. Por isso, fazer uma gestão consciente é essencial para manter uma relação trabalhista correta.

Entretanto, alguns processos podem confundir o empregador, ou exigir tempo excessivo. Pensando nisso, o Hora do Lar está aqui para te ajudar. 

A plataforma Hora do Lar garante tecnologia para simplificar a gestão da empregada doméstica e solucionar problemas do empregador, além de ser totalmente integrada ao eSocial Doméstico.

Os cálculos do trabalho doméstico são práticos com o HDL: a plataforma automatiza os cálculos de horas extras, vale-transporte, férias, adicional noturno, DSR e muito mais.

Com o sistema de registro de ponto digital do HDL o empregador não só tem controle da jornada de sua doméstica, mas pode gerar sua folha de pagamento e guia DAE conforme as faltas, atrasos e outras informações adicionais. 

Quer trazer mais praticidade e segurança para sua gestão doméstica?

Cadastre-se agora para otimizar seu tempo e automatizar processos na gestão de empregados domésticos.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 4.3 / 5. Número de votos: 3

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

Quer receber mais conteúdos como esses de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail toda
2ª feira e participe da comunidade do Hora do Lar!

© 2015-2023 Hora do Lar. CNPJ 21.011.165/0001-39. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade. Feito com ❤ pelo time HDL.

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.