...

Guia Completo para o Pagamento do INSS da Empregada Doméstica

O pagamento do INSS da empregada doméstica é feito mensalmente por meio da Guia DAE do eSocial Doméstico, junto com os demais tributos devidos ao empregador. O recolhimento é de responsabilidade do empregador e caso não o faça fica sujeito a pagar juros e multas.

O INSS é um dos benefícios mais importantes para a empregada doméstica, afinal, é ele que garante a aposentadoria no final da carreira da trabalhadora, por isso, entender como funciona o seu pagamento é tão importante.

Neste artigo, além de entender o modo de pagamento do benefício, vamos esclarecer a importância do INSS para a relação empregatícia e porquê o empregador deve manter o recolhimento sempre em dia. Continue por aqui e tenha uma ótima leitura.

Pagamento do INSS da Empregada Doméstica

Instituto Nacional de Seguro Social (INSS)

O INSS é responsável pelo pagamento da aposentadoria, auxílio doença, licença maternidade, salário família entre outros benefícios aos trabalhadores brasileiros, com exceção de servidores públicos.

Para ter direito ao benefício a aposentadoria, o trabalhador deverá pagar uma contribuição mensal durante um determinado período ao INSS, variando de acordo com o tipo de aposentadoria. Já os demais benefícios são garantidos a partir do momento que a doméstica recolhe o INSS na relação trabalhista,

Pagamento do INSS da empregada doméstica

O pagamento do INSS da doméstica é feito por meio da Guia DAE, o recolhimento deste documento é feito mensalmente pelo empregador doméstico. Através do pagamento da DAE é que a doméstica tem acesso a todos os benefícios previdenciários desde a aposentadoria ao salário família.

Cadastro no eSocial

Ao iniciar a relação de trabalho, além de fazer o contrato de trabalho e assinar a CTPS da empregada doméstica, também é necessário fazer o cadastro do empregador e empregadora no sistema do Simples Doméstico.

É por meio do cadastro que será possível fazer a emissão mensal da Guia DAE e por consequência o recolhimento de todos os tributos presentes no documento.

Ao fazer o cadastro o empregador deve gerar mensalmente a Guia DAE, nela estão todos os encargos trabalhistas que são de responsabilidade do empregador, como também da empregada doméstica.

Recolhimento da Guia DAE

O pagamento desta Guia deverá ser feito pontualmente no dia 7 de cada mês, entretanto se está data for feriado ou fim de semana, o recolhimento dos encargos deve ser feito um dia antes do vencimento.

A recusa em pagar a Guia DAE, pode gerar algumas dores de cabeça ao empregador que fica propenso, por exemplo a pagar uma multa, além de ter de pagar com juros as Guias DAE atrasadas.

Tributos que compõe a Guia DAE

Como vimos o recolhimento da Guia DAE é obrigatório e de responsabilidade única do empregador, além disso é muito importante que o empregador saiba o que compõe este documento. Veja abaixo a relação de valores:

  • FGTS — 8% extraído do salário do trabalhador;
  • FGTS — depósito compulsório de 3,2% do salário do trabalhador, referente à reserva indenizatória da perda de emprego;
  • GILRAT — seguro contra acidentes de trabalho — 0,8% do salário;
  • contribuição previdenciária — INSS patronal, paga pelo empregador — 8% do salário;
  • contribuição previdenciária — INSS, paga pelo trabalhador — entre 8% e 11% dependendo do valor do salário;
  • imposto de renda retido na fonte — IRRF — incide somente se o trabalhador recebe acima de R$ 1.903,98.

É importante que o empregador sempre tenha em mente a importância de manter os direitos trabalhistas em dia, para que a empregada doméstica tenha acesso aos benefícios do INSS, por exemplo, quando precisar.

Por isso, mantenha o recolhimento da DAE em dia, desta forma você fica livre de juros de multas decorrentes do não pagamento do documento e ainda mantém a empregada doméstica com todos os seus direitos em pleno vigor.

Gestão da empregada doméstica

O Hora do Lar é a solução completa, inovadora e inteligente que você precisa para fazer a melhor gestão de sua empregada. Afinal, com tecnologia de ponta, você deixa toda a sua rotina mais simples e segura, reduzindo as chances de erros em até 98%.

Por isso, ao contratar nossa solução, você tem acesso a ferramentas e funcionalidades úteis para sua rotina de empregador, como:

  • Controle de ponto por aplicativo;
  • Geração de guias e comprovantes de pagamento;
  • Cálculos automáticos de férias, 13º, rescisão e adicionais;
  • Total integração com o eSocial Doméstico;
  • Suporte especializado multicanal e muito mais;

Seja um empregador digital, torne a gestão doméstica simples e muito mais tecnológica com todas as funcionalidades do Hora do Lar. Encontre o melhor plano para seu lar e cadastre-se agora para não perder mais tempo.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 3

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Vamos melhorar este post.

Como podemos melhorar esse post?

Mais recentes

Quer receber mais conteúdos como esses de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail toda
2ª feira e participe da comunidade do Hora do Lar!

© 2015-2023 Hora do Lar. CNPJ 21.011.165/0001-39. Todos os direitos reservados.
Política de Privacidade. Feito com ❤ pelo time HDL.

Seraphinite AcceleratorOptimized by Seraphinite Accelerator
Turns on site high speed to be attractive for people and search engines.